Musicas

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

As 7 FITAS DO CIGANO JEREMIAS


Um cigano dançava com sete fitas coloridas presa em seu punho na festa de Santa Sara na Espanha. 

Em cada dança nova que fazia, sua imagem feliz reluzia no seu movimento de luz e ao longe uma menina migrada da África de pés no chão e maltrapilha, a tudo assistia. 

Viu então o Cigano Jeremias ir a cada música desenrolando do punho uma fita e ir dando a cada pessoa triste que ao receber abria um grande sorriso de agradecimento, deu a vermelha, a amarela, a azul, a branca a rosa, verde e sobrou a preta em seu punho. 
Ao parar defronte da jovenzinha a ofertou a preta.

Mas com tantas fitas de felicidade que você distribuiu, você me ofertou logo a preta da tristeza?

E eu reservei ela a você linda jovem, para saber que somos todos iguais, que nossa almas coloridas são libertas e quem a usa recebe a missão de levar a luz aos excluídos.

- Sim eu quero.



Ela então lhe perguntou:
Jeremias com um sorriso, terno e movimentos de proteção que só Santa Sara soube ensinar aos povos ciganos respondeu após amarrar a fita preta em seu punho e pegar-lhe no colo.

A fita preta é uma das mais importante para o povo cigano, é nela que todas as outras cores de fitas se esconde quando param de dançar para a felicidade trazendo para ela toda a alegria libertada por quem a usou, por quem minha magia curou e de tão importante que a fita preta é, ela só pode ser dada aquele que sonha com liberdade da igualdade, ao espírito que tem a alma triste de tanto amar sua liberdade como Salú, meu outro irmão que carrega também a fita preta e todo o amor dos tristes para sorrirem.

E assim se você quiser ficar com ela, quando morrer, Santa Sara, estenderá seu manto azul, para que não perca o até Deus.
Você quer a fita preta, jovenzinha?
Muito bem então, disse Jeremias, vamos achar que estão de alma negra nesta festa e libertá-los para a alegria que sonham.

Que a alegria a paz, prosperidade e saúde estejam contigo.

Amém!